Aprendendo com Projetos na Educação Infantil

Projeto 2015

PROJETO A SER DESENVOLVIDO NA TIC TIC TAC, EM 2015.

PELA ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL TIC TIC TAC

 

Através de atividades lúdicas voltadas para a construção e fortalecimento da identidade e da consciência do “eu”, foi desenvolvido o Projeto Identidade e Autonomia.

Um dos grandes objetivos da Educação infantil é criar condições para as crianças conhecerem, descobrirem e resignificarem novos sentimentos, valores, ideias, costumes e papéis sociais.

Através de fotos enviadas pelas famílias, as crianças reconheceram a própria imagem e, através de diversas brincadeiras, foi estimulada a socialização do grupo. As crianças trouxeram de casa alguns objetos preferidos e assim desenvolveram o autoconhecimento, brincando com a própria imagem.

O painel elaborado com as fotos das crianças recebeu o nome de “Nossa Turma”.

Outro mural recebeu o nome: “Eu era assim e hoje sou assim”, trabalhando a linha do tempo dos alunos, com fotos desde bebês até o tempo atual.

Os combinados da turma não deixaram de ser construídas, desenvolvendo conversas em roda de como é bom respeitar os outros e quais são os direitos e os deveres de cada participante do grupo.

As atividades com os nomes das crianças fizeram com que todos começassem a registrar os seus nomes nos trabalhos. Nesse momento, foi respeitado o nível de desenvolvimento de cada criança e cada uma recebeu a mediação necessária, para poder avançar neste item.

Com a balança para pesar e a fita métrica para medir, além de construir a imagem do próprio corpo, aproveitou-se para desenvolver alguns conceitos matemáticos.

 

Com o aniversário dos 450 anos da nossa cidade, cidade do Rio de Janeiro, identificamos cada grupo com os nomes dos principais pontos turísticos. Assim, quando as crianças se encontravam no pátio, bastava chamar, por exemplo: Turma do Pão de Açúcar, todos se reuniam em volta da professora.

Várias sugestões foram dadas pelas crianças para melhorar a qualidade de vida da cidade, desde a sua limpeza até a preservação do verde, que é tão abundante.

A visita ao Museu de Arte Naif serviu para que as crianças conhecessem alguns artistas que   produziram arte com o tema da cidade e apreciassem alguns pontos e bairros da cidade, tão bem retratados pelos artistas

 

Durante o segundo semestre, foi desenvolvido o Projeto Luz e Sombra. O ponto de partida foi a investigação sobre os conhecimentos prévios das crianças, através das seguintes perguntas:

- “O que é a luz?”

- “Por que as sombras não têm cor?”

- “O que é a luz natural e a luz artificial?” Entre outros questionamentos.

Procurando responder perguntas como essas, as crianças entraram em contato com conhecimentos científicos referentes ao estudo de objetos e seus processos de transformação.
Baseada nessas propostas, foi desenvolvida uma sequência de atividades lúdicas sobre luz e sombra. Tudo começou como uma diversão que, aos poucos, foi se transformando em saber e dando lugar a procedimentos de pesquisa. Nessa fase do projeto a participação das famílias foi fundamental, pois as pesquisas trazidas de casa
sobre a luz natural e artificial, eletricidade e outros serviram como disparadores do processo de ensino e aprendizagem. 

Assim, o principal enfoque foi proporcionar a investigação por parte das crianças, de alguns fenômenos, como por exemplo: “como aparecem as sombras?”. Diferentes formas para alcançar este fim foram feitas, como: teatros de sombras, observação das sombras através da luz direta do sol, produção de acessórios coloridos e projeção da luz sobre o próprio corpo.

Nas atividades com lanternas, a garotada percebeu que as sombras não apareciam quando o ambiente estava totalmente escuro e que é necessário ter luminosidade. Assim, abriu-se a possibilidade dos professores intervirem, utilizando a nomenclatura correta: "para haver sombra é preciso ter fonte de luz, seja natural ou artificial”. 
Os novos conhecimentos foram registrados, através de belíssimas ilustrações e textos escritos pelas próprias crianças nos murais das salas de aula e, para que nada se perdesse, um vídeo foi feito, com as diversas fotos tiradas ao longo de todo o processo de pesquisa, experimentação e descoberta.

Nesta faixa etária, o objetivo é fazer com que as crianças aprendam a nomear os eventos observados durante o estudo e consigam identificá-los em outras situações e ambientes.

A culminância aconteceu com uma exposição, num belo sábado de manhã, onde as famílias vieram vivenciar as experiências feitas pelas crianças e as suas produções.

 

Seguem fotos para que possam visualizar o rico trabalho realizado com a nossa comunidade escolar

 

Equipe Pedagógica

 

Voltar